terça-feira, 19 de março de 2019

Linux é realmente o futuro dos games?

É inegável, Mas por muitos anos um dos principais motivos da baixa adoção do Linux pela grande massa era a falta de games no sistema.

Hoje em dia temos grandes projetos resolvendo este problema como por exemplo a Steam que foi a principal colaboradora com esta mudança, a plataforma foi lançada em 2013 mas até hoje a grande massa parece não ter adotado a ideia, será que é o fim? será este o caminho? relaxe que abaixo ainda temos muita coisa para debater.


Antes de começar somos obrigados a falar sobre ela, a velha e querida Valve com sua plataforma Steam no Linux, Ela existe, Mas será porque ela iria investir em um projeto onde ela não teria muitos jogadores? Será que é para se libertar do Windows? ou será que tem mais coisa?

A Steam:

Tá ok, este provavelmente é o principal motivo, mas acredito que não seja o único. Todos que vejo no mundo Linux comentando sobre isso fala com euforia com o sonho de ver um dia seu amado sistema superando o Windows, Este é um pensamento muito vazio.
O Linux nunca teve claramente o objetivo de ser o principal sistema desktop, aliás, teoricamente o Linux não tem um objetivo claro, seu futuro é uma surpresa.

Bom mas voltando ao assunto, a Steam também  nunca teve o objetivo de fazer todo mundo migrar para o Linux, Se você está pensando que ela quer apenas se libertar do Windows você errou! o futuro está no Streaming de jogos e para isso ela e todas as outras empresas que vão mirar neste mercado precisam de um sistema operacional completo com tudo necessário para jogos, é aí que entra o Linux.

Tempos atrás tínhamos rumores sobre a Google lançar um serviço de Streaming de jogos, e hoje ela finalmente anunciou o projeto chamado Google Stadia.

O Google Stadia:



A Google anunciou hoje (19) a Stadia, sua própria e aguardada plataforma de games. Trata-se de um serviço de streaming que promete levar jogos de ponta, que exigiriam hardware avançado para rodar de forma convencional, para basicamente qualquer dispositivo e de forma instantânea, com os games iniciando em apenas cinco segundos direto do navegador.

De acordo com o Google com o Stadia rodando em Linux como sistema operacional, os desenvolvedores terão mais facilidades, de acordo com o Google. A empresa afirma que eles poderão desenvolver diretamente da nuvem do Google, via PC ou outras plataformas para portabilidade posterior.

Mas e a Microsoft?

Não é de agora que vemos a Microsoft cada vez mais próxima do Linux, contribuindo com o desenvolvimento, abrindo código fonte de programas e dando suporte para Linux. Acredito que o núcleo do Windows está defasado e não possui um desenvolvimento colaborativo para a evolução do sistema, assim o Windows não seria uma boa opção para rodar em um servidor de Streaming de jogos.

Se o futuro de jogos é o Streaming então o futuro é eles rodarem em Linux, a própria microsoft já tem projetos parecidos como o da Google e outras empresas também.
Acredito que no futuro a Microsoft pode mudar toda sua Base para Linux, assim mudando o foco da empresa para Nuvem que já é o que acontece e receberia em troca um desenvolvimento colaborativo do Windows sem colocar a mão no bolso.

Mas então, o Linux é o futuro dos Games?

Eu acredito que sim! O mundo Web já é dominado por servidores Linux, seria muito mais fácil e econômico portar e desenvolver jogos para Linux do que adaptar o Windows para essa tarefa, além de um gasto enorme, Todos os serviços que desejarem criar este tipo de serviço teriam que pagar licenças de uso para a microsoft e perderiam umas das principais vantagens que é o desenvolvimento colaborativo.
Com essa revolução quem desejaria jogar os títulos localmente e offline ficaria muito mais fácil para o desenvolvedor portar uma versão "offline" do jogo para o Linux desktop, assim com o tempo o Linux se tornaria o principal ferramenta para desenvolvimento e reprodução de jogos.

Só vamos torcer para que este tipo de "negócios" não vire algo como o Streaming de vídeos onde cada produtora de jogos invente de lançar seu próprio serviço e retire seus títulos dos serviços concorrentes, eu acredito que isso não vá acontecer tão cedo pois apenas grandes empresas como o Google e Microsoft teriam capacidade de oferecer tantos servidores para atender esta demanda. Como as coisas andam, acredito que a Sony ficará para trás logo logo e se verá obrigada a lançar seus jogos na plataforma concorrente, é melhor ela dar seus pulos logo.

Deixe sua opinião nos comentários.

[MATÉRIA EM DESENVOLVIMENTO]





Previous Post
Next Post

Idealizador e mantenedor do blog Ubunters desde 2014. Sou amante de Web Design e trabalho com sites e blogs desde 2012, entusiasta de informática desde criança comecei a me interessar por Linux desde cedo, depois disso não parei mais. O Blog nasceu da vontade de divulgar notícias de tecnologia e open-source.

comentários

/** * RECOMMENDED CONFIGURATION VARIABLES: EDIT AND UNCOMMENT THE SECTION BELOW TO INSERT DYNAMIC VALUES FROM YOUR PLATFORM OR CMS. * LEARN WHY DEFINING THESE VARIABLES IS IMPORTANT: https://disqus.com/admin/universalcode/#configuration-variables*/ /* var disqus_config = function () { this.page.url = PAGE_URL; // Replace PAGE_URL with your page's canonical URL variable this.page.identifier = PAGE_IDENTIFIER; // Replace PAGE_IDENTIFIER with your page's unique identifier variable }; */ (function() { // DON'T EDIT BELOW THIS LINE var d = document, s = d.createElement('script'); s.src = 'https://weeknow.disqus.com/embed.js'; s.setAttribute('data-timestamp', +new Date()); (d.head || d.body).appendChild(s); })();

0 comentários: