sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Principais noticias da semana

Cuidado: 3 apps para rastrear WhatsApp na Play Store roubam dados bancários

Resultado de imagem para whats


Três aplicativos maliciosos encontraram seu caminho na Google Play Store. Diferente de apps maliciosos “comuns” que entram na loja com golpes de adware para exibir anúncios ou realizar trabalhos de injeção de cliques, os aplicativos da desenvolvedora Brazil Creations se passam por “rastreadores” de WhatsApp para roubar dados, como logins e senhas, de clientes do Banco do Brasil, Caixa, Santander e Uber.

Os aplicativos foram encontrados pelo pesquisador MalwareHunterBr e ainda podem ser baixados na loja oficial de aplicativos da Google, a Play Store. De acordo com as páginas dedicadas de download, as aplicações já foram instaladas em mais de 2 mil smartphones Android.

Para roubar os dados bancários, os cibercriminosos realizam um ataque de overlay: quando a vítima abre o aplicativo oficial do banco, o app malicioso identifica a ação e exibe uma tela falsa sobre a tela oficial do banco. Dessa maneira, a vítima escreve as informações confidenciais na página falsa e entrega os dados da conta para o criminoso.


Os aplicativos falsos identificados se chamam: WhatsLocal – Ache Já!, WLocaliza e WhatsWhere, da Brazil Creations. Caso você tenha os aplicativos instalados no seu smartphone, desinstale agora e entre em contato com a instituição bancária que você costuma acessar no seu celular para realizar a troca de senha [e acompanhar movimentação bancárias].

Google criou um 'celular Frankenstein' para treinar a IA da câmera do Pixel

Celulares

O Google Pixel vem se firmando como uma exceção quando o assunto é a quantidade de câmeras. Enquanto todas as grandes fabricantes colocam duas ou até mesmo três sensores na traseira dos aparelhos, o Google apostou no aprendizado de máquina para conseguir fotos melhores através do software, incluindo a popular funcionalidade de desfoque do fundo, que normalmente exige uma segunda câmera para funcionar.

É daí que surgiu a ideia de criar um ‘celular Frankenstein’, montado a partir da combinação de cinco Pixels diferentes. Utilizando uma solução baseada em Wi-Fi, os engenheiros eram capazes de tirar fotos simultaneamente com todos eles, o que ajudava o software a aprender como nossos olhos percebem questões de distância e profundidade em um cenário real.

O fato de que todo o trabalho pesado é feito por uma inteligência artificial também é um bom sinal de que as fotos capturadas por esses smartphones devem ficar cada vez melhores, a medida que o programa continua a ser treinado e atualizado pela empresa. Ao que tudo indica, a câmera deve continuar sendo um dos grandes diferenciais da linha Pixel por muitos anos.

Site e app do Bradesco seguem fora do ar nesta sexta-feira (30) e usuários reclamam

Bradesco 2

Correntistas do Bradesco estão relatando nesta sexta-feira (30) problemas nas plataformas online da instituição financeira justamente a data de pagamento do 13º salário dos empregados contratados em regime CLT. Foi averiguado com clientes do banco e confirmou que de fato há uma instabilidade acometendo seus serviços.



Por esta sexta-feira (30) ser o dia determinado para pagamento do décimo terceiro salário para empregados em regime CLT, o que se pode especular é que justamente o pagamento do benefício tenha gerado alguma instabilidade pelo alto volume de acessos simultâneos. A grosso modo, muitas pessoas acessando a mesma plataforma ao mesmo tempo pode ter “derrubado” os servidores do Bradesco. Contudo, outros bancos não foram afetados por instabilidades, funcionando normalmente tanto em app como em site.
Previous Post
Next Post

0 comentários: