quarta-feira, 23 de março de 2016

KDEnlive 16.04 será lançado em abril com novidades!

Pra quem não conhece o kdenlive, ele é o melhor editor de vídeos para linux, (na minha opinião) inclusive todos os vídeos do canal do Blog ubunters são feitos com ele, porém na última versão 15.12 ele está todo cheio de bugs na interface para quem usa gnome ou unity, pois ele é um projeto focado no KDE.



Porém com a reclamação dos usuários quanto a isso, parecem que vão dar um jeito e lançaram uma versão compatível como o ubuntu 16.04, e focado no kubuntu 16.04

Depois de um longo trabalho nos últimos 4 meses, os desenvolvedores anunciaram o lançamento da nova versão para o dia 20 de abril deste ano (2016).

"Temos trabalhado arduamente ao longo dos últimos 4 meses para preparar o Kdenlive 16.04, que será lançado com as aplicações do KDE no dia 20 de abril", 

disse um dos desenvolvedores Kdenlive nas breves anúncios publicados em 21 de Março, de 2016.

Parece que o programa está em fase de congelamento, ou seja, nenhuma novidade será implementada, a equipe agora está focada em corrigir bugs e lançar a versão estável no dia 20 de abril.
o Kdenlive 16.04 promete trazer dezenas de novas funcionalidades como a integração do medidor de nível de áudio no monitor, uma nova exibição de divisão para comparar os efeitos de Timeline com o vídeo original, e um título muito melhorado, que agora suporta sombras e gradientes.

É prometido também um recurso que será futuramente implementado permitindo aos usuários copiar e colar entre sequências de vários projetos. Além disso, a funcionalidade que lhe permite aumentar e diminuir a velocidade de um arquivo de vídeo vai agora afetar seu fluxo de áudio.

E por fim, o Kdenlive 16.04 vai trazer um muitas melhorias na usabilidade e estabilidad.
melhorias e correções ou soluções para alguns dos problemas mais irritantes relatados por usuários desde o lançamento estável anterior do software.

Tomara que resolvar o problema de integração com a interface gnome, embora não há nada 100% confirmado, mas provavelmente sim pois a maioria dos usuários do software não utilizam o KDE como interface.


EmoticonEmoticon