quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Conheça 8 editores de áudio para linux

não é só de audacity que vive o mundo do pinguim, se você busca editar áudio, fazer montagens e muitas outras coisas, agora lhe apresentarei 8 excelentes programas de edição de áudio.

1: Ardour


O Ardour é uma plataforma completa para a manipulação de arquivos de áudio.
Ele trabalha com isso em todos os seus estágios, ou seja, captura, edição e mixagem, oferecendo um ambiente amplo e bem organizado, repleto de ferramentas que colocam os detalhes todos em suas mãos. Além disso, você pode importar áudio ou arquivos MIDI ou então plugar um teclado ou mesmo um microfone ao PC para abastecer o Ardour de conteúdo.

 O programa se autoproclama indicado para músicos, engenheiros de som, editores de trilhas sonoras e compositores. Seu visual multifaixa colabora ainda mais para uma ótima experiência de uso.
Além disso, o Ardour tem suporte para plugins e trabalha, inclusive, em conjunto com mesas físicas de controle de som. Ou seja, uma solução completa, gratuita e eficiente.

2: Audacity



Nome mais popular desta lista, o Audacity também conta com versões para o Windows e faz bastante sucesso no sistema operacional da Microsoft. 

No Linux não seria diferente, pois aqui estão reunidos recursos bem interessantes em um visual limpo e acessível, apesar de não ser tão avançado quanto outros nomes desta lista. Aqui, porém, você encontra ferramentas para capturar áudio, pode importar arquivos de seu computador, manipula tudo em um ambiente multifaixa, determina a qualidade do som, aplica efeitos para redução de ruído e muito mais. 

Enfim, a fama que precede este aplicativo não é à toa. Quem preferir, pode usar os inúmeros atalhos de teclado oferecidos pelo Audacity. Ele também tem suporte para plugins e para módulos experimentais que incrementam as suas funções. Para completar, há ainda inúmeros perfis de efeitos a fim de aprimorar a sua edição. 

3: Jokosher


Também uma opção simples para a edição de áudio no Linux, o Jokosher talvez seja um dos programas mais indicados para quem está em busca de algo que faça o simples com qualidade.
 Ele pode dar conta de necessidades básicas de forma perfeitamente satisfatória. Isso porque conta com uma interface limpa e fácil de ser compreendida inclusive por quem é leigo no assunto.

Além disso, ele funciona na base de ambientes de trabalho, permitindo que você oculte ou exiba diferentes janelas conforme a necessidade do momento. Porém, além do básico, o Jokosher também é capaz oferecer recursos potentes. É possível capturar e unir várias faixas de áudio, gravar sons a partir de diferentes instrumentos musicais e muito mais. Filtros e efeitos complementam os recursos deste ótimo programa.

4: LMMS


Um dos nomes mais qualificados do gênero, o LMMS é uma plataforma completa para quem trabalha com manipulação de áudio.

Ele conta com recursos para a captura de sons a partir de diferentes instrumentos, permite a criação de batidas e melodias, funciona como sintetizador e muito mais. Ele conta com uma vasta biblioteca de instrumentos e efeitos virtuais para você aplicar às suas músicas. Assim, é possível criar batidas para os mais variados fins sem grandes problemas, restando a você investir a sua criatividade no LMMS. Sua interface é ampla e traz todo o seu conteúdo organizado em vários setores.

 O aplicativo conta ainda com um editor de músicas para composição, piano roll, suporte para teclado MIDI e é compatível com os principais padrões da atualidade, como LADSPA, VST e SoundFont2.

5: Qtractor



Suporte à múltiplas faixas, controle de gravação e edição linear são algumas das principais funções do Qtractor, outro programa altamente indicado para a produção musical.

Nele, você encontra uma caixa de ferramentas para criar batidas e incrementar a qualidade de seus arquivos de áudio. Seu visual é amplo e ele trabalha com setores, ou seja, você pode manipular vários aspectos de uma faixa de áudio sem precisar sair da tela inicial do programa.

Dentro dele, não há limite de faixas para um único projeto e é possível trabalhar com vários plugins diferentes para incrementar as suas funções. São vários recursos dedicados à manipulação de MIDIs, inúmeros efeitos de áudio, perfis pré-definidos e muito mais.
Enfim, uma plataforma competente para manipular áudio.

6: Sweep


Editor de áudio tradicional, o Sweep oferece sistema multifaixas para a manipulação de suas músicas com mais precisão e qualidade. Suporte para os principais padrões de áudio da atualidade, ele conta com recursos avançados para a renderização de arquivos, é multicanal e suporta atalhos do teclado. Além disso, funções desfazer e refazer são infinitas, ou seja, o controle completo das ações está nas suas mãos.

 A pré-visualização das suas modificações também consta de forma bastante efetiva dentro do Sweep, que conta ainda com ferramentas avançadas para edição de cada faixa. Se você quiser atacar de DJ, o Sweep conta com alguns recursos para apresentações ao vivo.

Assim, você consegue controlar a reprodução de áudio de forma avançada, aumentando ou reduzindo volume, aplicando efeitos e muito mais.

7: Tracktion


Tracktion é um dos programas mais diferentes desta lista. Não tanto quanto aos seus recursos, mas especialmente por sua interface e pela forma como ele organiza todo o conteúdo. Aqui, os espaços de trabalho ficam organizados em abas, algo inteligente especialmente para um tipo de programa famoso pela quantidade de informação exibida na tela. 

Com suporte a multifaixas, ele serve mais para a produção musical do que para a edição propriamente dita. Isso quer dizer que, caso você queira manipular áudio de forma mais básica, opções como Audacity, Ardour e Jokosher são mais apropriadas.

 O Tracktion traz inúmeros efeitos e uma grande biblioteca de áudio embutida, ideal para aprimorar suas criações. Como era de se esperar, ele também trabalha com plugins, suporta MIDI e outros padrões da atualidade e permite a inclusão de etiquetas, ideal para organizar melhor os seus projetos. Por fim, vale destacar o clip editor, ferramenta para você controlar as minúcias de um clipe de áudio. 

8: Traverso DAW


A última dica é o Traverso DAW, um editor básico que segue a mesma linha de outros nomes desta lista, como Audacity, Jokosher e Ardour. Ele pode ser útil para edições simples ou para manipulações mais avançadas, funcionando bem em monitores de diferentes tamanhos.

Isso porque o programa foi desenvolvido com base em escala, permitindo aproveitar melhor a sua interface independentemente do tamanho da tela. Ele é famoso por ser um programa estável e indicado tanto para profissionais quanto para usuários caseiros.

Além de tudo isso, um de seus recursos mais interessantes é a possibilidade de gravar um CD diretamente do programa. Ou seja, você finaliza seus projetos e já queima tudo em um disco, sem precisar de softwares de terceiros para isso.

Fonte: CanalTech <-todos direitos reservados


EmoticonEmoticon